quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Foragido da polícia é preso em São Geraldo por tentativa de homicídio em Pedra Dourada

Na data 02 de fevereiro de 2016, diante de denúncias anônimas que se aportaram à 38ª Delegacia de Polícia Civil de Tombos, após determinação da Autoridade Policial de Tombos, Dr. Diêgo Candian Alves, com o apoio logístico do Escrivão Wagner D. Júnior,  e de investigadores da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Ubá - MG e da Delegacia de Polícia de Visconde do Rio Branco - MG, sob o comando do Subinspetor de Polícia, Paulo Romano Filho, os investigadores lograram êxito de localizar e prender o foragido MIQUEIAS RAMOS DA SILVA, suspeito de efetuar disparos de arma de fogo, em desfavor de um jovem, na cidade de Pedra Dourada. Havia um mandado de prisão preventiva expedido pelo Juízo de Tombos em face do mesmo.

MIQUEIAS  encontrava-se escondido na residência de sua irmã, na cidade de São Geraldo - MG. 

Segundo as investigações, na sexta-feira, dia 13 de novembro de 2015, por volta das 23:20 horas, no interior de uma residência em Pedra Dourada/MG, MIQUEIAS , na companhia do adolescente infrator, mediante uso de um revólver, calibre 32, efetuou cinco disparos que atingiram um jovem de 21 (vinte e um anos).

Consoante as apurações preliminares, o autor, juntamente com o menor infrator, compareceram à residência da vítima, chamando-a para que os três pudessem consumir drogas ilícitas juntos.

Diante da negativa da vítima em fumar maconha com os envolvidos, MIQUEIAS solicitou-lhe um pedaço de guardanapo, a fim de embalar a citada droga. Todavia, a vítima disse que não possuía guardanapo, porém, com o objetivo de fazer com que os suspeitos pudessem ir embora, acabou por entregar uma folha de caderno para o adolescente infrator.

O menor chegou a embalar a maconha, momento em que acendeu o cigarro para fumar, vindo então o ofendido a lhe advertir para que não fumasse naquele local. MIQUEIAS, nesse momento, disse à vítima que iria embora, contudo, lhe solicitou um copo de água. O ofendido dirigiu-se até a cozinha, pegou a garrafa de água e entregou-a para o menor infrator, vindo este a se servir e a servir MIQUEIAS.

MIQUEIAS, então, devolveu a garrafa de água e o adolescente entregou o copo para a vítima que, nessa oportunidade, foi surpreendida pela súbita ação do autor, tendo este efetuado um disparo que atingiu o pescoço do jovem.

Nesse momento, mesmo a vítima se rastejando ao solo, o investigado continuou a efetuar disparos que atingiram o braço esquerdo, a região cervical anterior/dorso, ficando um projétil alojado no tórax esquerdo, tendo o outro perfurado o ombro, bem como um dos disparos atingido a região da coxa direita, enquanto o outro disparo atingiu, de raspão, o braço direito da vítima.

O crime contra a pessoa não se consumou, em decorrência de circunstâncias alheias à vontade do suspeito, tendo em vista que a testemunha presencial impediu que MIQUEIAS continuasse a efetuar disparos, já que deu um tapa na arma, além de gritar por socorro.

A motivação do crime encontra-se em apuração, mas há suspeitas de que tenha sido em decorrência de desavenças pretéritas entre a vítima e o adolescente infrator, tendo como pano de fundo o famigerado crime de tráfico de entorpecentes.

O suspeito foi devidamente preso e encaminhado para o Presídio de Visconde do Rio Branco e, em breve, será escoltado para o Presídio de Tombos.


Participaram da operação: Subinspetor Paulo Romano Filho e os investigadores João Geraldo dos Santos; Gustavo de Souza Soares, Alaor de Oliveira Lima, Fábio Dorigueto, Roberto Lúcio de Moura. 

Fonte: Polícia Civil de Tombos - MG 

Nenhum comentário:

Postar um comentário