Aula 05: utilizando conteúdos de Química para explicação de situação do cotidiano


Na aula 04 falamos sobre a reação inversa à de neutralização e sobre força de Ácidos e Bases. Naquele instante tocamos no assunto para explicar de que forma o bicarbonato de sódio em água dava origem à hidroxila (-OH), necessária à neutralização da azia (do refluxo no esôfago, vindo do estômago). Vamos então fazer mais usos da reação de neutralização:
Da mudança de gosto da Coca-Cola após a abertura da garrafa:
Depois de abrirmos uma garrafa de refrigerante, em pouco tempo percebemos que “o gás sai” da bebida e há uma modificação do gosto. Como explicar esse fato à luz dos conceitos básicos de Neutralização e Força Ácido-Básica?
O ácido presente nos refrigerantes é o Ácido Carbônico (já conhecido de postagens anteriores). Esse Ácido é formado pela reação entre um Óxido Ametálico e água. No caso, Dióxido de Carbono e água, conforme abaixo:




Portanto, o Ácido Carbônico se forma no instante em que na fábrica, o CO2 é pressionado sobre a água (principal componente do líquido adocicado que compõe o refrigerante).
Faz parte do “gosto” do refrigerante a acidez. Quando abrimos a garrafa de refrigerante, permitimos que a reação inversa à acima representada aconteça.  A seta oblíqua para cima significa que o CO2 se volatiliza.
                                 
H2CO3 → H2O  + CO2

Assim, o Ácido Carbônico ao decompor-se em CO2 e H2O, o gás volatiliza-se, ficando o refrigerante aguado (afinal, parte do H2O havia sido gasto para formar o H2CO3 ). Por isso muda o gosto original.

LEIA A AULA ANTERIOR CLICANDO AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário