Cemig informa cuidados com a rede elétrica durante a Semana Santa

Empresa chama a atenção para montagem de palcos e enfeites luminosos

A Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig alerta a população sobre os riscos de acidentes envolvendo a rede elétrica, devido às celebrações da Semana Santa. Nesse período, em que se intensificam as realizações de eventos religiosos, é preciso observar os procedimentos corretos de montagem de palcos e enfeites luminosos.

As instalações elétricas, por exemplo, devem ser feitas por eletricistas experientes e de confiança, seguindo as recomendações da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. Os artefatos metálicos também exigem cuidados, uma vez que são materiais condutores de energia elétrica e podem causar curtos-circuitos em casos de contato com a rede.

Segundo o engenheiro de Tecnologia e Normalização da Cemig, Demétrio Venício Aguiar, já durante a montagem e desmontagem de altares e de palcos, é necessário cautela para que nenhum material se aproxime dos fios de energia. “O mesmo cuidado deve ser adotado em se tratando de veículos que circulam com imagens sacras, andores ou sacerdotes durante as procissões que, devido à altura, podem acabar entrando em contato com a rede elétrica”, orienta.

Demétrio Aguiar orienta, ainda, para outros cuidados que devem ser adotados especificamente para a Semana Santa. “A tradicional queima de Judas, em que os cristãos fazem uma grande fogueira e incineram um boneco em praça pública, pode trazer riscos para a rede elétrica. Há riscos de acidentes graves se as chamas atingirem a rede elétrica”. O engenheiro da Cemig alerta também para o uso de fogos de artifício, que jamais devem ser projetados em direção à rede elétrica. 

Em caso de cabos partidos, a recomendação é não se aproximar do local, nem permitir que outras pessoas se aproximem. Além disso, as pessoas não podem tentar afastar os cabos utilizando objetos, sejam eles metálicos ou não. A orientação é ligar para o Fale com a Cemig, telefone 116, que é gratuito e funciona 24 horas. Em caso de vítimas, é preciso ligar também para o Corpo de Bombeiros, no telefone 193. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário